Uma palavra vale mais do que mil imagens?

09/10/2014 11:44

    Olá novamente, primeiro mais uma vez explicações, to abarrotado de coisas dai nao consegui fazer o post de domingo, mas neste domingo devo estar mais livro e faço 2 de uma vez =D. Mas agora ao post de quarta que foi ontem. =P kkk.

    Com certeza quando amotram fotos antigas a tu lembras de diversas ocasiões algumas até que não faziam parte da imagem, só por ser uma foto. Bem é disso que gostaria de comentar. O que é didatico em modo de ensino? O que é que devemos usar? Como devemos usar? A imagem é só uma representação do mundo como ele é? 

    Comecemos com o simples, quando olhas um quadro, o que ele passa a você? Pode me passar algo completamente diferente, mas existem quadros criados da imaginação que representa "só" o pensamento a ideia. E outros que recria o real. Veja exemplos: 

 


http://lirados14anos.blogspot.com.br/2012/06/1-primeiras-manifestacoes-artisticas-o.html

Retrato de Theodore Géricault, o qual expressa algo que já existia no mundo para uma pintura. E é isso que crianças pequenas tendem a fazer, elas tendem a desenhar coisas que vão conhecendo, com o passar do tempo... 


Casa na arvore do desenho "Hora de aventura."

... com o tempo elas começam a colocar a imaginação delas para fora e criar coisas que não existem no mundo real e expressar isso. E isso deve ser incentivado. Claro, não pode-se deixar crianças chegar a um ponto de confundir realidade com a imaginação, mas deixar claro que o que ela imagina, pode ser possivel.
 

    As vezes penso, na velha frase: "Uma imagem vale mais do que mil palavras.", não coloco como 100% verdadeira, mas de diversos modos é verdade, cada imagem te remete a um mundo, algo que existe fisicamente (Ou existiu) ou algo da imaginação, que existe, só não é fisico (ainda). 
    Por hoje é praticamente isso que quis trazer, não é muito complexo nem nada, só uma ideia para refletir. Comenta ai. Abraço.

Comentários:

Crianças e a representação do real:

Data: 22/10/2014 | De: Caio Formiga

Pelo que entendi, vc acha que de início, quando crianças, costumamos represetar o real e vamos pouco à pouco soltando nossa imaginação. Acho que é o contrário, veja o exemplo do o pequeno principe e a cobra que come o elefante (neste link tem vários ensinamentos, o primeiro é sobre desenho http://movimentoculturalgaia.wordpress.com/2010/01/24/os-ensinamentos-de-o-pequeno-principe-de-antoine-de-saint-exupery/). E ai o que acha?

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!